Saiba como o monitoramento de fluxo pode ajudar no crescimento do seu empreendimento

Uma das coisas mais representadas, hoje, nos filmes e séries de ficção científica é o monitoramento 24 horas dos indivíduos, em níveis mais que invasivos. Apesar da ficção, é verdade que já temos disponíveis no mercado tecnologias capazes de analisar hábitos e costumes de consumidores e visitantes de qualquer espaço comercial, como: lojas, eventos, galerias e shopping centers. Começamos a falar sobre o tema no post anterior, e agora finalizamos abordando algumas tecnologias disponíveis no Brasil.

Além do mapa de calor

A Seed, uma empresa especializada em análise de comportamento de consumo offline, adaptou o conceito Analytics do mundo digital para o varejo tradicional. O objetivo da Seed é oferecer informações relevantes a partir do cruzamento dos dados captados e o balanço de vendas das lojas para mensurar o retorno de investimentos realizados por segmentos.

Através de sensores e algoritmos desenvolvidos exclusivamente para o mercado físico, é possível conhecer o perfil dos consumidores, o fluxo das lojas e mensurar o impacto de espaços publicitários (displays, outdoors) e pontos de venda.

“Criamos um sistema preciso e intuitivo, que nos permite analisar o comportamento dos clientes em tempo real. Nossa ferramenta na nuvem permite que o usuário acompanhe seus resultados, de onde estiver, utilizando a exatidão de nossas métricas e relatórios para conhecer cada vez melhor os hábitos de compra do seu consumidor e otimizar o resultado de vendas”, destaca Francisco Forbes, fundador e CEO da Seed.

A companhia, que possui sede em São Paulo e base de desenvolvimento de tecnologia na Finlândia, está apta a atender desde lojas do varejo até shopping centers, sem falar em aeroportos, eventos e o setor público.

São capazes de oferecer serviços como: Seed Analytics; público em tempo real; contagem de pessoas; perfil do consumidor; análise de fluxo de pessoas; hot zones; análise de filas; fluxo de veículos (vias de circulação / estacionamentos); resultados de vendas; integração com Big Data; audiência de mídia; reconhecimento facial e reconhecimento ótico de caracteres… São tantas possibilidades para impulsionar o seu negócio e, entre elas, escolhemos uma para ir mais a fundo: a vitrine inteligente.

A vitrine inteligente da Seed

Já foi tempo que vitrine servia só para expor produtos. Hoje ela funciona como um verdadeiro termômetro para o seu negócio. A análise de audiência de vitrines permite identificar a atratividade sobre as pessoas que transitam próximo ao estabelecimento. É possível conhecer o sexo e o perfil de quem a vitrine chamou mais ou menos atenção e também saber quem entrou na loja depois de olhar para a vitrine.

Tudo é feito a partir da instalação de sensores que captam as informações que o seu empreendido precisa para se desenvolver. O atendimento é personalizado e, após os equipamentos serem instalados e validados, todos os dados captados vão direto para um sistema que pode ser acessado a qualquer hora e de qualquer lugar.

Para entender melhor acesse: https://www.seeddigital.com.br

O futuro já está disponível com o Store Flow

Imagine uma tecnologia inovadora que analisa o comportamento do consumidor e o desempenho das lojas físicas, só que via wifi. Foi o que criou a Decision 6 – startup que nasceu em 2015 com o propósito de melhorar resultados do varejo físico de forma eficiente – quando idealizou e desenvolveu o Store Flow.

A Desision6 aderiu à onda IOT (sigla em inglês para “internet das coisas”) e usa uma tecnologia de sensores inovadora. Trabalha com uma plataforma baseada em algoritmos que monitora o fluxo de pessoas, próximas e dentro das lojas físicas, e analisam o comportamento do consumidor, através da tecnologia do wifi. A proposta é caber no bolso de muitos empreendedores, com baixo custo de instalação e de manutenção.

Essa empresa, diferente das demais, não usa propriamente as câmeras, mas sim os sensores que ficam nas câmeras, que funcionam como indicadores de performance em forma de gráficos. Esse processo deixa os dados mais leves, de fácil acesso e de fácil leitura. Os sensores monitoram o fluxo dos consumidores nos pontos de venda, identificando os hábitos de consumo por dia e por hora, assim como a atratividade da vitrine e a taxa de conversão de vendas.

Os dados são coletados em tempo real. A tecnologia traz resultados cada vez mais significativos para as lojas/marcas que conseguem comparar a performance das unidades, acompanhar o resultado de campanhas de marketing e desempenho das equipes de vendas. O Store Flow identifica os hábitos de consumo por dia e por hora, assim como a atratividade da vitrine e a taxa de conversão de vendas – informações fundamentais para elaboração de uma estratégia de incremento.

Essa foi a forma que a D6 encontrou para oferecer ao varejo tradicional os princípios do Analytics tão utilizado pelo e-commerce. Todos esses dados coletados e processados podem ser visualizados através de uma interface web bem simples, apresentados em forma dos seguintes indicadores: comparativos entre lojas; conversões; passantes; recorrência de consumidores; tempo e permanência; horários de pico e mapas com regiões que apresentam as melhores performances.

Para saber mais sobre o Store Flow, acesse https://decision6.com/

Gostou das novidades? Continue conosco! Temos informações e soluções tecnológicas e de comunicação para o seu negócio.
Até a próxima!